Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

COM LIXÃO A MENOS DE 500 METROS DE DISTÂNCIA DE SUA RESIDÊNCIA, MORADORA DA ZONA RURAL DE SERRA DE SÃO BENTO DIZ NÃO SUPORTAR MAIS

Da redação
A senhora Eliane da Silva procurou o blog e desabafou o seu sofrimento que vem enfrentando com o lixão que é coletado na cidade de Serra de São Bento e colocado a pouco mais de 200 metros de distância de sua casa. Segundo a moradora do Sítio Cruz, zona rurícula da cidade as moscas e o mau cheiro está insuportável e que não consegue nem fazer suas refeições diárias em paz que as moscas não deixam.  Cabe lembrar que em 22 de maio de 2017 a promotora de justiça da comarca de São José do Campestre Ana Patrícia Montenegro de Medeiros Duarte instaurou um inquérito civil para averiguar poluição ambiental na quela localidade. Felizmente, providências foram tomadas para resolver o problema e o ministério público foi informado, após vistoria realizada pelo IDEMA, de tal situação. Ficando o município obrigado a aterrar todo lixo lá depositado. Mas de acordo com informações esse procedimento só foi realizado algumas vezes e o lixo continua sendo depositado semanalmente sem ser aterrado.
Que o executivo e o legislativo de Serra de São Bento-RN possam atender o clamor da senhora Eliane e traçar providências sobre o lixão no Sítio Cruz.










←  Anterior Proxima  → Inicio

OLHA A HORA

VOCÊ ONLINE

FAN PAGE, CURTA

SIGA-NOS NO TWITTER

CLIC E VEJA OS FATOS HISTÓRICOS POR DATA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VISITAS PELO MUNDO

AS SETE MAIS LIDAS

CADASTRA SEU E-MAIL