Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

EMPRESA DEMITE FUNCIONÁRIA CRISTÃ QUE SE POSICIONOU CONTRA O CASAMENTO GAY EM VOTAÇÃO


Gospel Prime-Uma cristã australiana expressou sua opinião a respeito do plebiscito que a Austrália está fazendo sobre o casamento gay, afirmando que votará contra a legalização da união entre pessoas do mesmo sexo, e terminou demitida pelos patrões.
Identificada apenas como Madeline, 18 anos, pelo portal australiano Sidney Morning Herald, a cristã usou um filtro em sua foto de perfil com alusão ao voto contra a legalização do casamento gay no país. O recurso foi adicionado ao perfil no Facebook no dia 29 de agosto, e expiraria alguns dias depois.

Semanas depois do filtro no perfil da rede social ter sido removido, a jovem recebeu uma mensagem da empresa Capital Kids Parties, de Canberra, em que foi comunicada de sua demissão: “Foi algo moral que não pude deixar passar”, disse a chefe de Madeline, Madlin Sims, explicando a decisão de demitir a cristã. Essa postura expôs, mais uma vez, a chamada “mordaça gay”, em que pessoas com opiniões contrárias à homossexualidade ou à agenda LGBT terminam retaliadas ou agredidas.
“As visualizações homofóbicas que se tornaram públicas prejudicam o negócio e não se alinham com os meus valores pessoais e morais como dona da empresa. Temos membros da equipe que são gays, clientes que são gays”, alegou a empresária.

“Você tem direito à sua opinião, é claro, mas publicar algo como isso é extremamente prejudicial e atacar uma dor emocional às vezes mortal para os membros da comunidade gay e seus amigos não é nada bom […] Eu respeito você ter sua própria moral, assim como todos. Desculpe por te demitir, mas não podemos tê-la mais conosco”, finalizou Madlin na mensagem enviada à ex-funcionária. “Não tenho medo de defender minhas crenças e ser cristã. Todas as outras pessoas estão colocando filtros como o meu, mas que dizem ‘Vote Sim’. Mas há um filtro que diz ‘Está certo votar não’. Eu pensei que não precisava colocar isso, mas também não queria ficar em silêncio”, frisou.
←  Anterior Proxima  → Inicio

OLHA A HORA

VOCÊ ONLINE

FAN PAGE, CURTA

SIGA-NOS NO TWITTER

CLIC E VEJA OS FATOS HISTÓRICOS POR DATA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VISITAS PELO MUNDO

AS SETE MAIS LIDAS

CADASTRA SEU E-MAIL