Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

EM FORMA DE CORDEL O POETA MARCIANO MEDEIROS DIZ “A CLARO ESTÁ ME ROUBANDO”

(Marciano Medeiros)
Fui comprar um celular
Após ter sido furtado
Ao pegar num aparelho 
Logo fui comunicado 
Que deveria levar 
Chipe da Claro, casado.
Eu fiquei reflexivo
Procurando contestar
Mas a moça assim falou:
É bem fácil cancelar,
Você ganha a promoção
Aqui só tem a lucrar.
Quase sem querer negócio
Entreguei o meu cartão
Onde a conta foi lançada
Com bastante exatidão
Confiando que seria
Somente uma prestação.
Fui a loja dessa empresa
Pedindo em Parnamirim
Para a conta cancelarem
Botando na mesma um fim
A moça fingiu ligar
Percebo que fez pantim.
Vi a segunda parcela
Da conta amaldiçoada
Estou começando agora
Protesto e muita zoada
Não caiam nas garras vis
Dessa empresa desgraçada.
Não tem sentido que eu pague
Um serviço sem usar
Dando quase a prestação
De aparelho celular
Pra essa firma do demo
A minha custa enricar.
Vou dizer sem ter reserva
Esclarecendo a você
Vou adentrar no Procon
Depois digo em dvd
Não quero mais o serviço
Mesmo que tenha uns mil g.
Essa Claro é assaltante
Faz tudo de modo afoito
Mas não irei concordar
A isso não dou acoito
Se querem roubar o povo
Comprem logo um 38.
←  Anterior Proxima  → Inicio

OLHA A HORA

VOCÊ ONLINE

FAN PAGE, CURTA

SIGA-NOS NO TWITTER

CLIC E VEJA OS FATOS HISTÓRICOS POR DATA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VISITAS PELO MUNDO

AS SETE MAIS LIDAS

CADASTRA SEU E-MAIL