ORGULHO DE SER NORDESTINO. A IMPRENSA É A VOZ DOS OPRIMIDOS E O TERROR DOS MALFEITORES. (JUAHREZ ALVES)

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

PODERÁ OCORRER NO DIA 26 DESTE MÊS: TÍTULO DE CIDADANIA QUE LULA RECEBERÁ EM JOÃO PESSOA FOI APROVADO HÁ 20 ANOS


Fonte: jornaldaparaiba.com.br
A Rede Globo ainda exibia a novela O Rei do Gado, em 1997, quando a Câmara de João Pessoa aprovou o Título de Cidadão para o ex-presidente Lula. Na época, o ex-gestor era apenas o presidente nacional do Partido dos Trabalhadores. Ele se preparava, naquele momento, para sua terceira disputa presidencial, a segunda contra Fernando Henrique Cardoso (PSDB). 
O tucano, vale ressaltar, trabalhava naqueles dias nos bastidores para garantir, de forma polêmica e pouco republicana, a sua reeleição. Foi neste ambiente que o então vereador Júlio Rafael (PT) apresentou e viu aprovada a comenda para o hoje ex-presidente. Rafael nunca viu o título ser entregue, já que faleceu em 2013.
A entrega do título de cidadania para Lula poderá ocorrer no dia 26 deste mês. Havia uma expectativa dos petistas de que ele recebesse outro título pretérito na data, o de Doutor Honoris Causa, aprovado em 2011 pela UFPB. Por impossibilidade de agenda, a reitora da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Diniz, negou a possibilidade. 
A vinda do ex-presidente será marcada também por uma campanha de filiação de novas lideranças ao PT. Ele próprio deve abonar algumas das fichas. De João Pessoa, Lula segue para Campina Grande, no dia seguinte, para a participação em um ato. A cidade, na mesma data, sairá do racionamento, graças às águas da transposição. O governador Ricardo Coutinho (PSB) negou a relação.
O título de Cidadão Pessoense ao ex-presidente ocorre também no pior momento político da vida dele. Quando foi concedido, em 1997, Lula figurava como o maior crítico da corrupção. 
Este, inclusive, era o mote das suas campanhas contra Fernando Collor, Fernando Henrique e os sucessores do tucano. Vinte anos depois, o próprio ex-presidente é alvo das acusações. Se tornou réu em seis processos e foi condenado em um deles, justamente o que apura suposto uso de recursos de propina para a reforma de um apartamento no Guarujá. O ex-presidente alega que o imóvel nunca foi dele e já recorreu da decisão do juiz Sérgio Moro.
A entrega da comenda a Lula será discutida nesta quinta-feira (10) pela mesa diretora da Câmara de João Pessoa.


←  Anterior Proxima  → Inicio

OLHA A HORA

VOCÊ ONLINE

FAN PAGE, CURTA

SIGA-NOS NO TWITTER

CLIC E VEJA OS FATOS HISTÓRICOS POR DATA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VISITAS PELO MUNDO

AS SETE MAIS LIDAS

DICAS DE LEITURA

CADASTRA SEU E-MAIL